O que diferencia o Business English do inglês para fins acadêmicos?

3 minutos para ler

No mundo globalizado, o inglês é uma ferramenta de conversação fundamental tanto para o mercado corporativo quanto para objetivos acadêmicos. Sendo assim, diversas modalidades de curso estão surgindo para suprir as necessidades específicas de cada pessoa, seja para viajar, estudos ou trabalho.

Por isso, entender sobre a diferença entre os cursos é fundamental para não errar na hora de escolher aquele que se encaixa melhor aos seus objetivos. Neste artigo, mostraremos para você a distinção e as principais características entre Business English e inglês para fins acadêmicos. Acompanhe!

Objetivo do curso

O Business English, ou inglês para negócios, é um curso focado na comunicação do ambiente de trabalho, em reuniões, negociações, apresentações, situações cotidianas, entre outros. Dentro das aulas, são abordados termos e expressões da área em questão, usando exemplos de contextos reais para colocar em prática o aprendizado da língua.

O inglês para fins acadêmicos consiste em um modelo de aprendizado para estudantes que queiram ingressar em universidades ou escolas no exterior. Nesse caso, o ensino da leitura, termos acadêmicos e, em alguns casos, simulação de exames de admissão são o foco das aulas.

Metodologia

A metodologia mais utilizada no Business English é o Communicative Approach (abordagem comunicativa), ou seja, é o estimulo à conversação. Durante as aulas, é possível contar com simulações de contextos reais no ambiente corporativo, como: conference calls, viagens, apresentações, reuniões, negociações etc. Nesse caso, aulas individuais e em grupos são recomendadas para focar nas necessidades pessoais do aluno e incentivá-lo se comunicar com outros estudantes.

O inglês para fins acadêmicos conta com a metodologia do inglês instrumental que explora o aprendizado mais específico, rápido e preciso para atender as necessidades do aluno. Nas aulas, são todas as habilidades trabalhadas, com um foco especial na leitura e escrita. Contudo, o curso pode ser personalizado para cada aluno, incluindo aulas individuais e em grupo para garantir ao estudante uma estrutura completa.

Frequência de aulas

As aulas de Business English devem ter uma certa continuidade para que o aluno não perca o ritmo de aprendizagem. No entanto, não é necessário frequentar o curso todos os dias. Isso porque, nesse caso, ele levará um tempo para assimilar o conteúdo à rotina no trabalho. Com exceção dos casos em que o profissional precise do idioma para uma viagem, reunião ou apresentação, por exemplo.

Os estudantes que queiram ingressar no ensino no exterior, normalmente, têm um prazo para aprender a língua até a data da viagem. Por essa razão, a frequência de aulas de ser um pouco mais intensa, com mais horas de curso em mais dias na semana.

É importante ressaltar que os cursos de Business English e inglês para fins acadêmicos não colocam de lado situações do dia a dia. Pelo contrário, as aulas buscam apontar contextos culturais para o estudantes da língua. Portanto, considere nossas dicas na hora de contratar o seu curso de idiomas e evite problemas na hora aprender o inglês.

Gostou deste conteúdo? Então, leia também: As expressões em inglês mais utilizadas no ambiente corporativo!

Posts relacionados

Deixe um comentário